jusbrasil.com.br
10 de Maio de 2021
    Adicione tópicos

    ANANINDEUA: Procuradoria-Geral promove reunião administrativa com servidores do polo administrativo

    Em dezenove anos de Ministério Público nunca tinha visto o procurador-geral sair do gabinete para discutir as reivindicações dos servidores. Senhor procurador, quero lhe parabenizar pela sua atitude, disse o motorista Francisco Antônio Pires ao se manifestar em reunião administrativa promovida pela administração superior no polo Ananindeua nesta quinta (12). O procurador-geral de Justiça do Estado do Pará, Marcos Antônio Ferreira das Neves, acompanhado do subprocurador-geral, área técnico-administrativa, Miguel Baía Ribeiro, de técnicos, assessores e diretores da instituição ministerial ouviu e debateu a todas as reivindicações de interesse dos servidores do polo administrativo de Ananindeua, região metropolitana Belém II. O polo administrativo Belém II congrega servidores dos municípios de Ananindeua, Marituba, Benevides, Santa Bárbara e Santa Izabel do Pará. Presente a reunião o coordenador das promotorias de Ananindeua, Alexandre Tourinho, acompanhado dos promotores de Justiça, Carlos Eugênio, Ioná Sousa, Silvia Klautau e José Godofredo Pires dos Santos. O objeto central da reunião que a partir de agora será mensal é o de estabelecer um canal direto e permanente de diálogo com os servidores, a exemplo do já ocorreu com os servidores da capital na última segunda-feira (09), para enfrentar as questões de interesse coletivo. Quero ressaltar a importância do diálogo e da interlocução com os servidores em sua pauta de reivindicações de interesse coletivo e enfatizar que a administração superior pretende realizar periodicamente esses encontros, disse o PGJ Marcos das Neves na abertura da reunião. O PGJ destacou que a medida que as reuniões forem ocorrendo, podemos avançar no que for possível, tanto nas questões pontuais como setoriais. Em seguida, a abertura da reunião pelo procurador-geral Marcos das Neves, o presidente do Sisemppa, Maurício Mattos fez referência elogiosa a iniciativa da Procuradoria-Geral de Justiça em discutir com os servidores uma agenda positiva. O servidor Matos procedeu à leitura síntese das reivindicações protocoladas pelo sindicato. Dentre as principais está: a progressão funcional; PCCR; incorporação do percentual de 10%; rermoção extra-polo; diferença de 22,45%; reajuste salarial; auxílio-alimentação; assistência saúde; pagamento de horas extraordinárias; gratificação de função e exercício das atribuições dos servidores. O PGJ franqueou a palavra e dezenas de servidores do polo administrativo se manifestaram. Primeiramente foram unânimes em elogiar a iniciativa da Procuradoria Geral e, em seguida expuseram a pauta de reivindicações elaborada pelo corpo administrativo. AGENDA POSITIVA Após ouvir as manifestações dos servidores, o procurador-geral Marcos das Neves fez uma explanação sobre a construção da agenda positiva para os servidores. O PGJ ressaltou: reafirmo a exemplo do que disse na capital que esse processo tem por objetivo abrir um canal direto e permanente de diálogo com os servidores, e que o ano de 2015 será dedicado a esses compromissos já assumidos e que deverão ser implementados, ao longo de dois anos da nossa gestão. Destacou na agenda positiva o seguinte: Dar celeridade à análise e aprovação da atualização do PCCR no CPJ e encaminhá-lo a Alepa em 2015; incorporar os 10% do art. 39 da CF garantindo suas repercussões em todas as parcelas e na aposentadoria; incorporar os 12% pendentes de decisão judicial, estendendo aos servidores do interior; conversão em pecúnia de férias e licença-prêmio; viabilizar a remoção dos servidores, admitindo-a entre polos; regulamentar e aprimorar o instituto da promoção, estabelecendo o número de vagas e critérios objetivos motivadores e reconhecedores do trabalho e da dedicação funcional dos servidores; criar a gratificação de produtividade reconhecendo e valorizando os servidores mais produtivos. Ao final da reunião o PGJ Marcos das Neves parabenizou e agradeceu aos servidores pela objetividade nas questões levantadas. Destacou que a pauta apresentada não ficou restrita apenas as reivindicações na esfera da melhoria salarial, mas, sobretudo por abranger outras questões importantes, como: melhorias na infraestrutura do prédio da promotoria, no atendimento a população a questão da insalubridade no prédio e o aumento de servidores no corpo administrativo para melhor desempenho do trabalho junto às promotorias. O promotor de Justiça e coordenador das promotorias do polo de Ananindeua, Alexandre Tourinho disse da crença de dias melhores, pelo fato que em 19 anos isso nunca aconteceu. Por isso, o servidor sai daqui satisfeito com a presença do PGJ. Texto e fotos: Edson Gillet

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)